Sweet Revenge
Seja bem vindo ao Sweet Revenge, obrigado por nos visitar, se és também um fã da banda My Chemical Romance registre-se agora mesmo, se já és registrado realize seu login agora mesmo e participe.

Review: Columbus, Ohio 04/05

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Review: Columbus, Ohio 04/05

Mensagem por Tessy Way em Sab 10 Maio - 10:35

Nesse último dia
4, o My Chemical Romance se apresentou no Lifestyle Communities
Pavillion, em Columbus, Ohio. Confiram abaixo, as melhores partes de
uma review feita pela ailleann23 do LJ:

My Chemical Romance:

Garotos: Ainda
bons. Ainda adoráveis. Ainda exatamente o que você acharia deles nas
fotos. Posso confirmar que o design na parte traseira da jaqueta do
Gerard é a *Medusa* das camisas de shows. Toro estava vestido uma
camisa do Drive By e Frank estava usando um de seus capuzes. Estou
pensando, é a última semana da turnê, eles estão acabando de sair das
roupas limpas e desde que eles têm longas estórias sobre histórias de
sobrevivência com seus colegas de viagem...truque de merchandise...sim.


Estou
aproximadamente a 30 pés ou mais do palco, gostaria de dizer que Gerard
Way é um dos bastardos mais bonito do planeta, de verdade. Mikey Way é
um bocado gostoso. Consegui ver Frank bem melhor dessa vez, ele é
pequenininho, precioso e adorável. O único que não consegui ver foi o
Toro, mas isso provavelmente não teria importado, porque seu cabelo
está ridiculamente grande e consome toda sua cabeça. De verdade, acho
que está na altura do ombro. HOMEM LOUCO.

Dead!:
Gerard
falou sobre como que eles tiveram que cancelar seus últimos shows na
Columbus, porque um bando deles ficaram doentes. "Então vocês não
puderam ver a Black Parade antes da gente matá-la. Teve um monte de
maquiagens, saracoteada. Vocês não perderam muito".


House Of Wolves:
Gerard uivou antes de cantar essa. Uma pena que não tinha lua.

The Jetset Life Is Gonna Kill You:
Quando eles terminaram Gerard disse: "Cara, tá começando a esfriar. Vamos ter que esquentar isso aqui".

I’m Not Okay:
Tudo
bem, num sei se foi um erro de tons ou uma escolha da consciência mas a
primeira parte de I’m Not Okay foi definitivamente tocada numa nota
menor. Cada polegada da minha nerdice clássica de música interior
treinada, estava quietamente ficando tipo OH MEU DEUS, O QUE ESTÁ
ACONTECENDO? Mesma música, a melodia do Gerard era a mesma,
apenas...numa nota menor! Não sabia o que fazer comigo! No último coro
voltou a nota maior, o que me faz pensar que foi apenas um erro de tom,
mas... devo dizer, foi estranho e um pouco pertubador. Não é uma música
pra ser tocada numa nota menor!!!

Ooh,
essa também foi histerical. Então depois que eles acabaram, Gerard
começou a dizer que eles assistiram a esse filme no ônibus e depois ele
disse “Só vou tentar uma coisa, foda-se”. Então ele começou a bater na
sua cintura com seu pulso. Tinha esse barulho artificial mas ninguém
entendeu nada. Então depois Toro começou a bater palmas, o que é claro,
o jeito universal de fazer o fundo da platéia bater palmas, então a
gente começou. Gerard disse: “Não, Toro, você está revelando o
segredo”. Ele disse que eles assistiram a um filme chamado ‘Trick or
Treat’ no ônibus e “tem esse cara do rock e ele ia ficar na frente a
platéia e bater suas pernas e todo mundo iria bater palmas”. Então
Gerard começou a fazê-lo de novo, e a platéia entrou no clima. Gerard
começou a rir que nem um maluco, só em pé lá se socando nas pernas como
um idiota enquanto a multidão toda batia palmas. E depois ele grita “E
depois ele mata todo mundo, é muito bom!"


Kill All Your Friends:
“Se elevam ao teto, mesmo que não haja teto aqui!"

Mama:
Tinha
um monte de bobagens antes das luzes apagarem. No final dessa, Gerard
foi pra cima do Frank e ficou bem em frente dele pra conversar com ele.
Parecia que ele tacou sua cabeça no pescoço do Frank. Se eles
estivessem se pegando num ia dar pra ver. Merda!


You Know What They Do To Guys Like Us In Prision:
A
energia deles era muito alta. Não sei se eles dormiram bem à noite ou
se porque eles só tinham mais três shows restando, mas eles estavam
loucamente agitados. Nessa música, Gerard atirou seu braço em volta do
Mikey na parte do ‘pushups in drag’ o que foi ambos hilários e
vagamente sugestivos. Mais tarde Gerard disse que sua bunda estava
‘vagabundada’ que eles iriam ficar sem nos ver por 2 anos. Obrigado por
se lembrar da gente. Agora estou toda depressiva de novo.


Headfirst For Halos:
Estou
começando a achar que essa é a minha mais nova música preferida. É tão
energética ao vivo, não consigo nem me controlar. Também, os
guitarristas estavam CORRENDO POR TODO O PALCO. Frank correu pra cima
do Toro, não consegui ver o que ele fez mas depois ele correu de volta
pro seu lado, sorrindo que nem um idiota. E Toro foi atrás dele! E
depois que ele o alcançou, Toro chutou a bunda dele e saiu correndo!
Deixe-me dizer isso de novo, TORO CHUTOU A BUNDA DELE E SAIU CORRENDO.
Provavelmente a coisa mais adorável que já vi um homem crescido fazendo
enquanto toca guitarra, e uma fã gritou ‘Panic At The Disco, okay?'

Quando
a música acabou, eles tocaram alguns áudios de clipes, nem sei o que
era aquilo. Bob fingia que estava falando no microfone, mas a voz na
gravação parecia mais com a do Gerard, apesar de eu achar que não era
ele. Depois Gerard disse algo sobre ‘bolas de fogos agressivas’ e todo
mundo ficou completamente confusos, mas oh...bem!

Essa
foi a maior parte conversada da noite. Gerard perguntou se a gente
tinha um lugar chamado Pirate Cove. “Isso é aqui ou...talvez seja em
Cleverland. Oh, não se preocupem, não é que eu tenha chamado vocês de
Cleverland ou algo do tipo” *dá umas voltas* “Então vocês não tem um
bar com um navio pirata ou algo assim?” *grilo* “Tudo bem, deve ser
Cleverland”. Desculpe Gerard, não temos nada assim engraçado.


Teenagers:
Okay,
a misteriosa criança hippie que toca a harmônica é uma das pessoas que
trabalham com eles nas turnês, Jacob. Ele aparentemente é o mais novo
membro da tripulação, e um virgem total. Humm, okay, Gerard? Está
tocando músicas do Bullets, trazendo memórias festivas pra você ou o
que? Tinha três caras tocando sinos de vaca dessa vez, um com uma
peruca marrom enorme. Alguém andou se divertindo numa loja de
fantasias, com certeza.


Desert Song:
O
intervalo de piano pareceu um pouco menor dessa vez. Gerard estava
notavelmente quieto, ele só disse que ‘Desert song’ era uma música que
eles não tocavam muito nos EUA e é sobre os EUA, não se preocupe porque
ainda te amo Gerard.


Helena:
Ben
do Billy Talent foi pro palco e cantou com eles, foi uma agitação
central no palco. Muitas vezes achei que Frank e Ben fossem ter uma
batida desastrosa, e depois que acabou, teve a gritação, os abraços e
todas essas adoráveis coisas, e eu achei que fosse morrer.


Setlist (clique em algumas músicas para ver os vídeos):
The Sharpest Lives - começo de Stay e Give 'Em Hell Kid - This Is How I Disappear - Dead! - Cemitery Drive - House Of Wolves - Welcome To The Black Parade - I Don't Love You - Heaven Help Us - The Jetset Life Is Gonna Kill You - I'm Not Okay - Kill All Your Friends - Mama - You Know What They Do To Guys Like Us In Prision - Headfirst For Halos - Teenagers - Famous Last Words - (intervalo de piano) - Cancer - Desert Song - Helena
Créditos pela tradução da review: Equipe MCR Bullet
avatar
Tessy Way
Adiministradora
Adiministradora

Número de Mensagens : 3396
Idade : 26
Localisation : Hotel Bella Muerte
Reputação : 0
Data de inscrição : 30/05/2006

Ver perfil do usuário http://www.twitter.com/tessyway

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum